Amapá estabelece preços de bebidas frias

Portaria 6 SEFAZ - DO-AP - 29/04/2021
Amapá estabelece preços de bebidas frias

Foi publicada no DO-AP de 29-4-2021, a Portaria 6 SEFAZ, de 28-4-2019, que define os novos produtos e valores a serem utilizados como base de cálculo da substituição tributária nas operações com bebidas frias das marcas e embalagens especificadas, com efeitos desde 29-4-2021. Fica revogada a Portaria 9 SEFAZ/2016 e suas alterações. 


PORTARIA 6 SEFAZ, DE 28-4-2021
(DO-AP DE 29-4-2021)

O SECRETÁRIO DE ESTADO DA FAZENDA, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei, e

CONSIDERANDO o disposto no art. 146, §§ 10 e 11, da Lei n° 0400, de 22 de dezembro de 1997;

CONSIDERANDO o disposto no inciso II do art. 13 do Anexo III do Decreto n° 2.269, de 24 de julho de 1998;

CONSIDERANDO o disposto no Apêndice IV do Anexo III, do Decreto n° 2.269, de 24 de julho de 1998;

CONSIDERANDO as disposições do Protocolo ICMS 11, de 21 de maio de 1991 e Protocolo ICMS 10, de 03 de abril de 1992, que dispõem sobre substituição tributária para operações com cerveja, chope, refrigerante, xarope ou extrato de concentrado destinado ao preparo de refrigerante em máquina pré-mix ou post-mix, água mineral ou potável e gelo e suas alterações posteriores;

CONSIDERANDO as disposições do Convênio ICMS 142, de 14 de dezembro de 2018;

CONSIDERANDO a necessidade de atualizar os valores do produto cerveja e chope com base na inflação do período;

CONSIDERANDO, ainda, o disposto no Ofício n° 140101.0077.2585.0002/2021 NUSEG - SEFAZ nos autos do Processo n° 0063192021-8/SEFAZ-AP

RESOLVE:

Art. 1° Estabelecer os valores constantes nos Anexos I e II desta Portaria, a serem utilizados como base de cálculo para efeito de retenção na fonte do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação - ICMS, relativamente às subseqüentes saídas internas dos produtos cerveja, chope,refrigerante, águas e outras bebidas, nos termos do art. 13 do Anexo III do Decreto n° 2269/98 - RICMS.

Art. 2° Aplicam-se também os valores que trata o artigo anterior como base de cálculo para exigência do ICMS referente às aquisições em operações interestaduais dos produtos cerveja, chope, refrigerante, águas e outras bebidas, sujeitos ao regime de substituição tributária, na entrada do território amapaense.

Art. 3° Quando o valor da operação própria do substituto tributário for igual ou superior a 80% (oitenta por cento) do preço médio ponderado a consumidor final (PMPF) divulgado em portaria da Secretaria de Estado da Fazenda, ou do preço final a consumidor sugerido ou divulgado pelo industrial, pelo importador ou por entidade representativa dos respectivos segmentos econômicos aprovado em portaria da Secretaria de Estado da Fazenda, a base de cálculo do imposto será aquela prevista nos itens do Apêndice IV do Anexo III, do Decreto 2269/98 - RICMS/AP, correspondente a:

I - cerveja: 140% (cento e quarenta por cento);

II - refrigerante: 140%(cento e quarenta por cento);

III - chope: 115% (cento e quinze por cento).

Art. 4° Quando a mercadoria estiver acondicionada em embalagens diferentes das previstas nos Anexos I e II desta Portaria, a base de cálculo será formada com base na proporcionalidade da embalagem apresentada.

Art. 5° Os valores contidos nos Anexos I e II serão revistos anualmente, reservando-se ao fisco estadual, a qualquer tempo, o direito de reavaliar os referidos valores ou inserir outros produtos previstos no Protocolo ICMS 10/92 e no Protocolo ICMS 11/91.

Art. 6° Revogam-se as disposições em contrário, em especial a Portaria (T) N° 009/2016 -SEFAZ e suas alterações.

Art. 7° Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

 JOSENILDO SANTOS ABRANTES

Secretário de Estado da Fazenda